FANDOM


<< Episódio 11 Episódio 13 >>

Episódio N°12Uma missão tóxica

Ep12.png

"Em uma nova região, você deverá investigar uma série de misteriosos envenenamentos. O que pode se esconder nesta gruta sombria onde você realizará seu inquérito?"

Guia do Episódio

GuiadeEpisódioBanner 2.png
Guia do Episódio
GuiadeEpisódioBanner 1.png

São gastos cerca de 1500 a 3000 Maanas para completar o episódio.

Neste episódio não é possível escolher o paquera. Aquele que fará o episódio com você pela primeira vez é completamente aleatório, independente de quem for sua paixão ou com quem tiver o maior loveô. Só é possível escolher depois de jogar uma vez com cada personagem, ou seja, no 4° replay que você fizer.

Neste episódio é possível capturar o mascote Grookhan quando estiver dentro da Caverna, e ele só pode ser obtido através dessa forma. As instruções de como capturá-lo estão neste guia.

Vá até a estalagem da aldeia.

Aproxime-se do chafariz da aldeia para ver o que está acontecendo.

Você encontrará a Decana Haglaé

Siga Chrome até a gruta.

Vá a entrada do vilarejo e siga o caminho até a gruta. Você encontrará o paquera com quem fará o episódio.

Examine o "local do crime" e encontre: musgo, vestígios de passos e rochas.

As rochas estão no lado esquerdo da tela, enquanto musgo e pegadas estão do lado direito, um ao lado do outro. Basta clicar.

Interrogue os habitantes da aldeia sobre a vítima e o que eles podem ter visto ontem à noite.

Faça o caminho até a entrada do vilarejo. Você viverá uma recordação anterior a viagem. Decana estará no centro do vilarejo, o irmão da vítima e sua esposa na Casa do Prefeito e a vendedora de leite no Caminho Campestre. Os locais são fixos, mas talvez seja necessário ir e voltar até que os personagens apareçam.

Junte-se à Miiko na Sala do Cristal para receber sua nova missão.

Pegue algumas roupas e uma mochila.

Vá até seu quarto e clique nos itens. Em seguida, você precisará encontrar a ração com Karuto (basta entrar na despensa e clicar na sacola em cima da cadeira), armas na forja e um kit de primeiros socorros na enfermaria (estará na estante). No caminho, você poderá encontrar na Sala das Portas: Leiftan, Karenn e os três paqueras.

Volte para a Sala do Cristal.

Você retornará ao presente, em Balenvia. Siga para a entrada da aldeia, onde encontrará a Decana. Depois, vá a Mansão do Prefeito, onde encontrará duas silhuetas. Vá até o Caminho Campestre, onde encontrará nova silhueta. Você pode retornar a Beira do Vilarejo até desbloquear um monólogo que te levará automaticamente a Chrome ou ir e voltar ao Caminho Campestre, onde o encontrará diretamente.

Encontre o [paquera] para fazer o relatório da sua investigação.

Ele deverá estar na entrada do vilarejo. Talvez seja necessário ir e voltar até que ele apareça.

Vá até a estalagem.

Volte para a estalagem.

ATENÇÃO: nessa parte, talvez seja necessário dar uma resposta específica ao monólogo de Erika (confira na sessão de respostas da mesma)

Encontre o [paquera] na entrada da aldeia.

Agora que está com o [paquera], vá as grutas.

Entrada das cavernas, galeria, pilastra central (onde você poderá encontrar Chrome). Vá até Corredor Escavado e depois Arcos Inclinados ou na galeria depois dele, onde desbloqueará um diálogo. Retornando aos Arcos, você poderá encontrar Chrome novamente. Vá até Arcos Íngremes, onde desbloqueará novo diálogo. Vá até Coluna de Pedra e depois Pilastra Central para outro diálogo.

Para tentar capturar o Grookhan: Pilastra Central, Interior da Pilastra. Suba a Passarela, Passarela do Horizonte e arraste a tela para a direita. Clique então em Galeria e você chegará num beco sem saída. Clique nas pedras que bloqueiam seu caminho para liberá-lo, e siga por ele (Morada do Solitário) onde você encontrará o mascote Grookhan. Selecione a opção "tentar capturá-lo" e escolha a isca Fragmento de Estátua.

Saia da gruta antes que você fique presa !

Pilastra, galeria, entrada da caverna.

Volte para a estalagem para entregar as amostras à Ewelein.

Vá logo até a entrada da aldeia, você está sendo aguardada.

Vá ver a extensão do estrago do desmoronamento de ontem.

Entre novamente na Gruta e vá até o Pilar Central. Corredor escavado, arcos, galeria e arcos íngrimes, onde ouvirá um barulho. No Corredor Escavado novamente, você verá algo passando. Vá até Arcos Inclinados e depois Galeria (várias vezes).

Parta à procura do [Paquera].

Cruzamento, galeria (esquerda), cruzamento (esquerda), galeria (frente) e cruzamento. Você o encontrará.

Saia rápido da gruta!

Galeria (atrás), cruzamento, galeria (esquerda), cruzamento (direita), galeria (trás) e depois siga para fora da caverna.

Enquanto você espera notícias sobre o estado de saúde do seu parceiro, converse com os habitantes da aldeia para se distrair... Tente também manter a esperança.

Vá a Entrada do Vilarejo, onde encontrará uma multidão. Seguindo pelo Caminho Campestre onde poderá encontrar novamente a Multidão e então mais uma vez na Entrada da Caverna. Retornando ao caminho campestre, encontrará Chrome. Retorne a estalagem para falar com Eweleïn.

Vá até a frente da gruta.

Encontre uma amostra de veneno.

Pilastra central, colunas de pedra, arcos íngremes, galeria e por fim cruzamento, onde haverá um monólogo. Você se moverá sozinha e em seguida vá em frente no cruzamento onde ouvirá risadas(talvez seja necessário voltar um cenário e depois seguir em frente novamente). Você encontrará Milo & Cia e seguirá automaticamente para um corredor azul. Vá em frente na galeria, onde achará um cogumelo azul. Retorne ao cruzamento, depois siga na galeria da frente (azul) para o cruzamento e então Cavidade Azul Celeste (direita).

Vá ver o patriarca dessas criaturas.

Siga em frente.

Saia da gruta o mais rápido possível.

Arcos íngremes, colunas de pedra, pilastra, galeria e entrada da caverna.

Vá até a Sala do Cristal para conhecer os últimos detalhes desta história.

Saia da Sala do Cristal.

Vá até seu quarto. Leiftan aparecerá.

Guia de Respostas

GuiadeEpisódioBanner 2.png
Guia de Respostas
GuiadeEpisódioBanner 1.png
  • Respostas em azul: o loveô aumenta. +
  • Respostas em amarelo: o loveô não muda. =
  • Respostas em rosa: o loveô diminui. -
  • Respostas em branco: resultado ainda não confirmado.

Meninos

Chrome

Você não imagina como a gente se enche aqui!

  • Opa! Calma, não precisa ficar bravo desse jeito comigo.
  • Respira, se acalma...
  • (Deixar ele reclamar sozinho)

...

  • É irritante.
  • Parece um cachorro que apanhou.
  • Dá um sorriso pra mim, vai.
Se escolheu a opção A:
Você que é irritante!
  • (Responder friamente)
  • (Responder Sarcasticamente)
  • (Ignorar)
Se escolheu a opção C:
Pelo menos Cérbero, tem um certo efeito...
  • (Fingir não ter ouvido nada)
  • (Aproveitar a oportunidade para dar um apelido pior que Chrommy)

Eu vi o caderno dele... Ezarel escreveu (...)

  • O que significa?
  • É grego arcaico.

(...) um sinal de que a gente ia enfrentar o Basilisco!

  • Não acredito nem um pouco...
  • Até parece possível.
  • (Não sei o que pensar)

[...] Tenho uma ideia para uma poção mas preciso de suas secreções.

  • Ainda essa história de brasilisco? Que absurdo!
  • Eu acredito em você, se tivermos provas, traremos.
  • Você deveria voltar para a aldeia para evitar problemas.

Ei! Você não parece estar bem...

  • (Dizer a verdade)
  • (Mentir)

"Combinado, chefe!"

  • Que fofo, o jeito que o Chrome te obedece sem reclamar. (No caminho da imagem)
  • Você e o Chrome se entendem curiosamente bem.
  • Então vamos, chefe?

Ezarel

...

  • (Castor e Pollux? Isso me diz alguma coisa!)
  • Castor e quem?
Se escolheu a opção A:
  • (Tenho certeza de que ele está falando do Pollux do Carrossel Encantado!)
  • (Será que ele está se referindo aos gêmeos da mitologia romana?)
  • (Depois de Crepúsculo... será que eles também possuem um exemplar de Jogos Vorazes?)
  • Como... pai Castor?
  • (Na verdade, não... não sei do que ele está falando).
Se você respondeu "Será que ele está se referindo...":
[...] Eu achava que tudo o que vocês definem incorretamente como mitos, não te interessavam.
  • Você também está enganado, eu gosto muito de mitologia...
  • Como assim "o que a gente define incorretamente"?!

"Estava... até a hora em que eu soube que estarei com você em Balenvia." (Episódio com Ezarel)

  • Que legal, super simpático.
  • Igualmente. Estou bem desanimada desde então.
  • (Ignorar)

Estou sonhando ou estou vendo ciúmes no seu olhar?(Episódio com Nevra)

  • (Confesso que estou com ciúmes, mas nem pensar em dizer isso para ele.)
  • Não estou com ciúmes.
  • Um pouco, eu teria gostado de realizar a sua missão.

Eu não sou obrigado a te responder.(Episódio com Valkyon)

  • Você poderia dizer: "Não, não posso te responder porque... bla,bla,bla."
  • É verdade, eu estava curiosa. Desculpa.
  • Digamos que o seu "não" sem mais nada me surpreendeu.

"Enfim, espero que não me leve a mal."

  • Não culpo você...
  • Vamos ver, seja gentil e quem sabe eu serei clemente ♥

"..."

  • Enfim, obrigada por ter sido simpático e pedido desculpas.
  • (Não acrescentar nada)

Em nada, por enquanto contento em observar. Você tem alguma teoria?

  • Inicialmente a do basilisco...
  • Talvez seja um fantasma?
  • Talvez seja um monstro-rocha ou alguma coisa vegetal...?
  • Desculpe, não tenho ideia.

...

  • Desculpe! (Larguei-o imediatamente, constrangida) (No caminho da imagem)
  • Reflexo, desculpe...
  • (Fingir que nada aconteceu)

Keroshane

Achei que você tinha entendido.

  • Sim, mas eu queria ter certeza....
  • Não, eu não sabia que era um mundo tão “recente”.

[...] Ou muito ocupadas

  • Que legal me dar falsas esperanças.
  • Você me avisa quando alguém estiver disponível?
  • Fica para outra vez, não tem muita importância...

Leiftan

Como você se sente?

  • Bem, dá pra ver, não? (Espero que ele sinta a ponta de sarcasmo na minha voz.)
  • Mal, muito mal.
  • Desculpe, não quero falar sobre isso.

...

  • (Não desabar diante do Leiftan)
  • (Desabar diante do Leiftan)

Nevra

É um cara corajoso, vai ficar bem.

  • Quem sabe Eweleïn não encontra algum tratamento?
  • Hmm...
  • Eu também espero…
  • (Não acrescentar nada)
Se escolheu a opção C:
Que...?
  • Que a sorte acabe e que um dos habitantes não se recupere.
  • Que aconteça a mesma coisa com a gente!
  • Que a gente não encontre nunca a origem dessa doença!
Se respondeu "Que a sorte...":
"Então não vamos pensar nisso, ok?"
  • Você tem razão.
  • Vai ser difícil.

"Então, você está contente com a sua missão em Balenvia?(Episódio com Ezarel)

  • Sim, mesmo estando com o Ezarel.
  • Eu corro o risco de não me entediar com o Ezarel.
  • Espero que o Ezarel não seja um tirano.

Então, está contente com a sua missão em Balenvia?(Episódio com Nevra)

  • Sim, não vejo a hora de chegar!
  • Mais ou menos, estou um pouco apreensiva.
  • Não, queria realizar a missão de reconstrução do templo.

Algo te incomoda nesse aspecto?(Episódio com Valkyon)

  • Pelo contrário, vai me ajudar conhecer melhor Valkyon.
  • É, então... acho difícil entender o Valkyon...
  • Nem um pouco, eu confio no Valkyon.

"Sinto muito que a minha recusa de ontem tenha te deixado com raiva."

  • Com o tempo, consigo entender...
  • Você ainda pode conseguir ser perdoado, sabe?
Se escolheu a opção B:
Você quer mesmo brincar disso?
  • (Enfrentá-lo.)
  • (Parar com esse joguinho.)

Não estou falando desse tipo de fome...

  • Bom, vai, pode se servir.
  • (Interromper a conversa)
Se você escolheu A:
Não me provoque"
  • Sério, se você está com fome de sangue, pode vir...
  • Por quê? Você tem medo de gostar?
  • Estou brincando...

E se você estiver com medo, é só me dar seu braço.

  • Nevra... agora não.
  • Posso fazer isso já, tipo agora?
  • (Dar meu braço para ele) (No caminho da imagem)

Patriarca Ethel

Não, não se assuste, minha jovem. Não é de propósito.

  • (Conceder o benefício da dúvida)
  • (Desconfiar)

Valkyon

"Exato."

  • Você parece exausto... Você está com olheiras enormes.
  • Você parece exausto... Está tudo bem?
  • Você parce exausto.. Quer descansar?
  • (Não acrescentar nada)
Se escolheu a opção C:
"Não, estou bem... a gente tem muito trabalho."
  • Você tem certeza?
  • Eu insisto! Você precisa de repouso.
  • (Fazer biquinho)
Se escolheu "Eu insisto...":
"Eu não preciso."
  • Valkyon... Eu me preocupo com você, você sabe.
  • Você jura?
  • Difícil acreditar.

"Ah, entendi." (Episódio com Ezarel)

  • Espero que ele não seja muito chato comigo...
  • Estou vendo que vou me divertir bastante com ele.
  • Na verdade estou um pouco apreensiva.

Nada de especial.(Episódio com Nevra)

  • Ah, você não tem nenhuma missão ativa?
  • Você vai poder pensar um pouco em você.
  • Eu teria gostado de fazer uma missão com você.

Só faltam as necessidades básicas, como sempre.(Episódio com Valkyon)

  • Você tem certeza que mesmo assim não esqueceu nada?
  • Você é super organizado.
  • Não sei se é muito útil.

...

  • Eu deveria ter sido mais compreensiva em relação à conversa de ontem...
  • Eu queria te agradecer por ser tão cuidadoso com a gente.

Estava pensando na criatura com a qual estamos lidando.

  • Você acha que é o basilisco?
  • Você tem alguma pista?
  • Ou seja?
Se escolheu B:
"Eu estava pensando eventualmente numa criatura vegetal..."
  • Como uma dríade?
  • Tipo um "monstro-rocha"?

Tenho o hábito de pensar em voz alta quando estou em missão.

  • Não peça-me desculpas, pelo menos dessa vez você está falando.
  • Eu entendo, às vezes é mais simples pensar assim.
  • Não me incomoda nem um pouco, eu gosto de ouvir a sua voz.

Chrome: "Combinado, chefe!"

  • Que fofo, o jeito que o Chrome te obedece sem reclamar. (No caminho da imagem)
  • Você e o Chrome se entendem curiosamente bem.
  • Então vamos, chefe?

Meninas

Guardiã/Erika

...

  • (Pensando bem, nenhum pouco.)
  • (Acredito que sim, tenho certeza que está acontecendo algo lá...)
  • (Hmm, ao mesmo tempo eu entendo. Estou realmente num fogo cruzado) (No caminho da imagem)

...

  • (Esperar mais um pouco) (No caminho da imagem com Ezarel)
  • (Procurá-lo sozinha) (No caminho da imagem com Nevra)
  • (Chamá-lo) (No caminho da imagem com Valkyon)

Eweleïn

Hmm, entendi.

  • Por quê? Eu deveria ter sentido alguma coisa?
  • O gosto da poção era nojento.
  • Talvez eu sentirei os efeitos mais tarde?

Nada... o que você queria comigo?

  • (Insistir para saber o que ela tem)
  • (Não insistir e deixá-la tranquila)

Karenn

Tudo bem, estou meio sem fofocas... ou seja, um pouco triste!

  • Coitadinha.
  • Com certeza você vai ter um monte quando eu voltar.
  • Sério, arruma alguma coisa para fazer.


Ilustrações

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória